Esta fotografia é uma metáfora visual. Simboliza o núcleo de Vida, entendendo-a como a Natureza, as Gentes e as suas Culturas, rodeados pela adversidade.

É um sinal e um clamor em memória dos povos da Peneda e do Gerês.



domingo, 7 de março de 2010

A PROPÓSITO DA REVISÃO DO PO-PNPG

Exma Sra Ministra do Ambiente e do Ordenamento do Território:
- A propósito do procedimento de revisão do Plano de Ordenamento do PNPG (parque, dito de nacional - mas é mentira! - da Peneda-Gerês), tomo a liberdade de lhe encaminhar, em anexo, a opinião de um cidadão, que não conheço, mas que encontrei no blogue que identifico no cabeçalho do mesmo, já que me parece o juízo e considerações de alguém muito sensato e lúcido. Mas, sobretudo de alguém com enorme sentido de responsabilidade cívica e profundamente conhecedor das "fraquezas" de uma certa seita que, em matéria de Ambiente, Desenvolvimento e Conservação da Natureza, se instalou nos corredores do Poder e suas extensões, formais e informais, única e exclusivamente para se servirem, sem a menor ponta de escrúpulos e de preocupações com o retorno que têm que dar ao resto da sociedade portuguesa de que fazem parte. Como é o caso flagrantíssimo do que se passa, desde sempre e de modo agravadamente crescente, dentro das estruturas do PNPG e afins. O que pretendo com isto? Simples: lucidez, bom senso e justiça, com verdadeiro sentido de responsabilidade nas tomadas das decisões políticas, imediatamente pendentes e nas futuras. Porque é mais do que chegada a hora de serem reparadas e travadas as asneiras e desmandos do passado e do presente. Pois o futuro já não tem mais capacidade de encaixe para tantos desmandos, abusos e desgovernos dentro deste território com gente e que às suas gentes pertence e terá que continuar a pertencer de pleno direito.
Atentamente: José Augusto Fernandes
Clique aqui para ver o documento

Nenhum comentário:

Postar um comentário