Esta fotografia é uma metáfora visual. Simboliza o núcleo de Vida, entendendo-a como a Natureza, as Gentes e as suas Culturas, rodeados pela adversidade.

É um sinal e um clamor em memória dos povos da Peneda e do Gerês.



sábado, 23 de janeiro de 2010

Uma nova oportunidade para o diálogo


Deixamos as nossas tarefas habituais e fomos até Braga para mostrar aos portugueses e aos responsáveis políticos que sabemos o que queremos para a nossa terra e também sabemos o que é preciso fazer para termos um verdadeiro Parque Nacional.

Apesar do mau tempo, conseguimos juntar perto de mil e quinhentas pessoas nesta acção de protesto. Com elevado civismo e grande sentido de responsabilidade, deixamos mensagens claras e a nossa determinação firme em levar esta oposição até onde for preciso para que se crie um plano de ordenamento útil para as pessoas e para a biodiversidade.

Apelamos mais uma vez ao Ministério do Ambiente para escutar os proprietários dos terrenos, os compartes dos baldios e os naturais da Peneda Gerês, para rever os falsos pressupostos que sustentam as teorias ambientalistas e para cumprir o que nos prometeu em 1995 (melhorar o plano então aprovado). Recordamos também que foi a acção do Homem que permitiu classificar esta região como Parque Nacional, em 1971.
Pode consultar aqui a carta dirigida à Senhora Ministra do Ambiente

Sem prejuizo de outras acções cívicas, vamos recolher as assinaturas necessárias para pedir aos representantes do povo que decidam sobre os objectivos, estratégias e vectores do desenvolvimento socioeconomico da nossa terra.

Sentimos orgulho em representar estas gentes! Muito orgulho em fazer parte desta comunidade serrana que lida com a biodiversidade há vários milhares de anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário